Acesso da população a serviços bancários cresceu na pandemia
20/01/2022 - 11:50

Os bancos digitais aumentaram o acesso da população brasileira a produtos financeiros, com destaque para a parcela de baixa renda. Atualmente 19% dos brasileiros têm conta em bancos digitais e 30% estão nas classes D e E. É o que revela pesquisa divulgada pelo Instituto Locomotiva, feita com 1.519 brasileiros, com 18 anos de idade ou mais, entre 27 de outubro e 7 de novembro de 2021. Antes da pandemia, o banco digital era o segundo banco da classe mais rica e o substituto da conta universitária. Com o novo cenário, o receio de se expor a uma possível contaminação ao se dirigir a uma agência bancária tradicional fez cair consideravelmente a procura por esses serviços. Por outro lado, aumentou o acesso à internet e cresceu a demanda por serviços e compras on-line. 86% dos brasileiros que participaram da pesquisa afirmam que os bancos digitais permitiram que pessoas antes discriminadas pelas instituições financeiras tivessem conta em banco e 80% afirmaram que bancos digitais não discriminam clientes, de acordo com a renda.

Últimas Notícias